Blog

XGBoost: aprenda este algoritmo de Machine Learning em Python

Carlos Melo
Escrito por Carlos Melo em 28/08/2019
XGBoost: aprenda este algoritmo de Machine Learning em Python
Junte-se a mais de 3.500 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

XGBoost é um dos algoritmos mais utilizados por cientistas de dados, apresentando resultados superiores, principalmente em problemas de previsão envolvendo dados estruturados/tabulares.

Os dados tabulares são aquele tipo de estrutura similar ao que é usado pelo Pandas – DataFrames.

Aprenda a implementar XGBoost em Python.
XGBoost é um dos principais algoritmos usados em competições do Kaggle.

Por suas características, consegue lidar eficientemente (e com robustez) com uma grande variedade de tipos diferentes de dados.

Se você está lidando com problemas de regressão, pontuação ou classificação, definitivamente você precisa aprender a usar o XGBoost.

Neste artigo, vou falar mais sobre esse algoritmo de Machine Learning que vem dominando cada vez mais as competições do Kaggle.

Para acessar o notebook com todo o código, é só clicar no botão abaixo.

E se você está começando agora no universo Python e Data Science, recomendo você baixar gratuitamente meu eBook, clicando na imagem abaixo!

Uma introdução ao XGBoost

O nome XGBoost vem de eX*treme *Gradient Boosting, e representa uma categoria de algoritmo baseada em Decision Trees (árvores de decisão) com Gradient Boosting (aumento de gradiente).

O que é o algoritmo de machine learning XGBoost?

Aumento de gradiente significa que o algoritmo usa o algoritmo Gradient Descent para minimizar a perda (loss) enquanto novos modelos vão sendo adicionados.

Extremamente flexível – uma vez que possui um grande número de hiperparâmetros passíveis de aperfeiçoamento -, você consegue ajustar adequadamente o XGBoost para o cenário do seu problema, seja ele qual for.

Árvores de Decisão e Gradient Boosting

Árvores de Decisão são métodos onde existe uma função que recebe um vetor de valores (de atributos) como entrada e retorna uma decisão (de saída).

XGBoost é um tipo de algoritmo baseado em Decision Trees (árvores de decisão)
XGBoost é uma categoria de algoritmo baseada em Decision Trees (árvores de decisão).

Para uma árvore de decisão chegar no valor de saída, executa uma série de etapas, ou testes, criando várias ramificações ao longo do processo.

Cada nó dessa árvore representa uma decisão única. Quanto mais vezes um atributo for usado para as tomadas de decisão, maior será sua importância relativa no modelo.

Gradient Boosting

Gradient Boosting é uma técnica relativamente recente e que se mostrou muito poderosa.

Tamanho é o seu potencial que algoritmos baseados nessa técnica têm ganhando cada vez mais destaque em projetos de Data Science e competições do Kaggle.

O princípio do Gradient Boosting é a capacidade de combinar resultados de muitos classificadores “fracos”, tipicamente árvores de decisão, que se combinam para formar algo parecido com um “comitê forte de decisão”.

Implementando XGBoost com Python

Para mostrar na prática como se implementa o XGBoost, vou usar a API do Kaggle para baixar o dataset House Prices: Advanced Regression Techniques.

Implementando o algoritmo de Machine Learning XGBoost na prática com Python

Se você não conhece a API Kaggle ou não quer usar ela, não tem problema! É só baixar o arquivo zip diretamente do link acima.

Diferentemente do que fizemos no Projeto do Titanic, onde a análise foi completa, aqui o objetivo é mostrar a implementação do XGBoost apenas.

Não irei nem baixar todo o conjunto de dados, apenas um único arquivo: train.csv.

Importando e preparando os dados para o Pandas

Após importar o pacote Pandas, vou importar aquele arquivo csv para dentro de um DataFrame.

Para você entender o dataset, vou listar as 5 primeiras linhas de entrada do modelo. Recomendo que você baixe o notebook na tua máquina e faça o mesmo.

Se você estiver executando diretamente na sua máquina, pode ser que você não tenha instalado o pacote xgboost. Nesse caso, você pode instalar pela linha de comando: pip install xgboost

Já dei uma olhada prévia no modelo e identifiquei que nossa variável alvo é a coluna SalePrice. Também já vi que não existem valores nulos na mesma.

Para não termos que trabalhar as variáveis categóricas aqui, vou eliminar todas as colunas do tipo object e ficar apenas com as variáveis numéricas.

Na sequência, vou separar entre o DataFrame entre as variáveis X e y e dividir o dataset entre conjuntos de treino e teste.

Por último, vou usar a classe SimpleImputer() para lidar rapidamente com os valores ausentes do dataset.

Se você tem alguma dúvida sobre como lidar com valores ausentes ou faltantes, escrevi um artigo falando exatamente sobre isso 🙂

Implementando um modelo de XGBoost com Python

Com os nossos dados já preparados, agora é a hora de construir um modelo de Machine Learning XGBoost.

Seguindo o mesmo padrão daquilo que você já está acostumado a fazer com o sklearn, depois de instanciar XGBRegressor() basta executar o método fit(), passando o dataset de treino como argumento.

Na sequência, vamos realizar as previsões e calcular o erro médio absoluto para ver o desempenho do modelo.

Pronto. Construir um modelo é relativamente rápido se comparado às outras etapas de um projeto.

Entretanto, tem um passo a mais que faz muita diferença nos seus resultados usando esse algoritmo.

Parameter Tunning: ajustando parâmetros do XGBoost

De maneira simples e direta, você viu na etapa anterior como construir um modelo XGBoost. Mas será que é tão simples assim conseguir aqueles resultados incríveis assim nas competições do Kaggle?

Com certeza, não! Se fosse assim, qualquer pessoa poderia estar no topo do ranking.

Parameter Tunning no XGBoost - Ajustando parâmetros.

O primeiro ponto que eu queria ressaltar é que não fizemos nenhuma análise aprofundada durante a etapa exploratória dos nossos dados – a fase mais importante de qualquer projeto de Data Science.

O segundo ponto é que o XGBoost é extremamente robusto e poderoso, mas tem um grande número de parâmetros para serem ajustados ao problema.

Para ajustar esses parâmetros, não tem escapatória. Você tem que entender a teoria por trás do XGBoost, seus conceitos matemáticos e estatísticos.

Evoluindo com a prática

Se você me segue há algum tempo, sabe que eu sou um defensor de botar a mão na massa o quanto antes.

Não existem atalhos em Data Science. Você tem que criar e participar do máximo de projetos que puder. 

Estudando Data Science na Prática com Python.

Não seja uma pessoa que primeiro estuda tudo do assunto para no final começar a escrever códigos.

Muita coisa você vai pegando com a experiência, então minha recomendação é:

  • Começe na prática, replicando métodos e notebooks dos outros;
  • Aprenda a teoria conforme for evoluindo, de acordo com a necessidade

Lembre sempre da analogia da música: você não aprende primeiro anos de teoria musical para somente depois ir tocar o piano. Você aprende a tocar enquanto vai caminhando em paralelo com a teoria.

Por fim, se você está querendo começar uma carreira de cientista de dados, recomendo este meu artigo. 🙂

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 3.500 pessoas

FAQ e Curso
Curso Data Science